Colunas

Parada Relâmpago

Every Day The Same Dream

A rotina é imperativa quando lidamos com nossas obrigações, adotamos costumes repetitivos para lidar com o dia a dia, de maneira consciente ou não estes costumes que parecem fornecer o máximo de conforto possível sem atrapalhar a produtividade, dessa forma, a rotina parece ser benéfica. Agora convido ao leitor a pensar em seu passado recente e buscar diferenciar os últimos dias mais mornos ou normais de seu mês, acredito que imagens genéricas do caminho para casa ou um almoço em seu restaurante de sua preferência estejam brotando de sua memória, mas não se esqueça, quero que você se lembre do comum, no que rege a mim, acho difícil retirar muita informação daquilo que vivemos repetidamente.

Somos induzidos a nos acomodar a uma rotina, mas ao mesmo tempo buscamos abandona-la ou ao menos fugir da mesma, agora te liberto para que você se lembre dos diversos detalhes que são nítidos na sua vida recente, podem ser na forma de um bom dia inesperado, trocar de trajeto, acordar atrasado ou embarcar em uma viagem, guardamos conosco estes momentos dentre o mar do cotidiano, pois são eles que determinam como vemos o mundo a nossa volta, nossa perspectiva e individualidade.

Every Day The Same Dream é um jogo da desenvolvedora Molleindustria que aborda a rotina da maneira muito oportuna, através do dia da marmota. Nele você controla um empregado que passa seus dias sem tempo para passar com sua família para enfrentar congestionamentos e trabalhar em seu cubículo sobre pressão do chefe, até que certa vez o encontro com uma senhora no elevador de seu apartamento o faz questionar a vida que levara para então aproveitar de pequenas a drásticas mudanças na sua vida. Este jogo minimalista nos insere em breves momentos para contemplar a vida, morte, liberdade, experimentação e desespero, sendo possível completar seu curso em até 10 minutos.

Considero o jogo uma obra prima, sua jogabilidade, arte, trilha sonora e principalmente a mensagem que ele carrega, me fizeram observar jogos de uma forma diferente, com ele aprendi que jogos podem ser arte, mudou minha visão do mundo e da minha vida e me fez apreciar e buscar os pequenos momentos e experiências que podem passar despercebidos se não estiver disposto a observá-los.

 

Confira o jogo aqui

Scroll to top