Colunas

Parada Relâmpago

Gray

Nos últimos meses, é notável que nossa vida se preencheu de dicotomias, a polarização tão discutida em diversos meios aparenta se agravar.


A vida seria muito mais simples se fosse possível separar todos problemas simplesmente como bom e ruim ou certo e errado, como preto e branco, mas estamos em um mundo repleto de tons de cinza, os dilemas que encontramos são uma mistura monocromática em que o tom mais claro ou escuro é definido por cada individuo, mas isso não deveria ser uma grande descoberta, sendo assim, por que as opiniões que vemos hoje são tão definidas? Indisposição de tecer um argumento? Negligencia de uma falha no ponto defendido? Seria o curto espaço de mensagens que estamos mais expostos atualmente?
Mas em uma realidade em que pensamentos conflitam com frequência, abandonar um lado e seguir o caminho centralista é vantajoso? Como agentes polarizados reagem quando lhes é apresentado uma ideia que agrega pontos positivos de ambos os lados? Pela logica seria a melhor proposta a ser seguida, mas pelo que observo não é a opção que está sendo analisada em debates atuais.

No jogo Gray o tema é apresentado pelos desenvolvedores Mike Boxleiter e Greg Wholwend em forma de uma multidão caótica e você aparenta ser o único opositor disposto a argumentar com a massa, a mecânica do jogo consiste em converter os participantes do caos até obter unanimidade. O jogo aborda o tema de discussões e posicionamento de forma leve e lúdica e é possível termina-lo em pouco mais de 10 minutos, não perca a oportunidade expor suas ideias jogando Gray e deixando seu comentário com suas ideias sobre o artigo e jogo.

 

Confira o jogo aqui

Scroll to top